Gestante

"A força da  gestação é maior que as leis da natureza."

 

Para as mães que sentem a MATERNAGEM nada será igual depois que você descobrir que está grávida.Sentimentos e emoções

vão aflorar e marcar um novo caminho.Já para as mães que não sentem a MATERNAGEM,será um momento de alienação psíquica e emocional do seu próprio estado de gravidez. Por motivos diversos : DROGAS,DESCASO,IMATURIDADE EMOCIONAL E ETC... 

A experiência de ter um filho - bebê inaugura e registra um momento importante e especial na vida da mulher (SÓ A MULHER PODE EXPERIMENTAR A SENSAÇÃO DE GERAR UM SER HUMANO) e do homem (quando esse mesmo homem,"engravida" junto com a sua mulher). Durante a gestação a mulher revive emocionalmente sua história de vida e busca um estilo de ajustamento às transformações da gravidez, sejam elas: psíquicas, físicas, psicológicas e sociais.São MUITAS as mudanças na gestação deixando a muher "à flor da pele".   A gestação de um filho é um fenômeno que promove na mulher situações que demandam elaboração psíquica e um processo de reorganização enquanto sujeito, mediante a complexidade e à riqueza das mudanças que compõem a construção da maternidade. Frente à confirmação da gravidez a gestante passa a reavaliar sua condição de mulher, esposa (companheira),dona de casa,profissional, filha e mãe, ao mesmo tempo em que assimila as transformações que vão acontecendo no corpo, nas emoções

e principalmente em seu estado psicológico. 

 

"No momento em que um bebê nasce, a mãe também nasce. Ela nunca existiu antes. A mulher existia, mas a mãe, nunca. Uma mãe é algo absolutamente novo."

 

Como conciliar tudo isso? Colo lidar com você mesma? Como adaptar-se à nova rotina e ainda se preparar para o acolhimento do bebê?Como estabelecer um vínculo de amor com esta criança idealizada, sonhada , esperada e amada? Como estabelecer um vínculo com um bebê não planejado,não esperado? Como lidar com tantas expectativas? Como lidar com o pai do bebê? Como lidar com os familiares,amigos,visitas e etc?As dúvidas surgem o tempo todo, provocando insegurança. Por isso, é importante que a futura mamãe,além de cuidar do seu bem-estar físico, tenha também um olhar atencioso com relação às questões psicológicas e emocionais que acompanham os nove meses da gravidez e os que se seguem após o nascimento do bebê.(maternidade)Considerando a atenção e o cuidado especial com os aspectos psicológico e emocional que a mulher vive nessa fase da vida ofereço um espaço informativo e terapêutico no consultório de psicologia de acolhimento e escuta às futuras e recém-mamãe. A gestante poderá, através de suas próprias vivências, refletir, discutir,  aprender a pensar na escolha do parto (sem influências de terceiros), recebendo um suporte para que atravesse esse momento sublime com a máxima confiança,serenidade e tranquilidade possível do ponto de vista psicológico, o que vai refletir em ganho emocional nessa fase de transição de mulher para mãe.O foco será trabalhar psicologicamente a auto - estima das gestantes para que elas sintam se capazes não só de estabelecer um vínculo saudável com seu bebê, mas também de  desempenhar seu papel de mãe da melhor maneira possível,(sem deixar de ser mulher) afinal, as tarefas dela vão multiplicar rapidamente.O aprendizado será constante e certamente, será levado por toda a sua vida.

 

“Não há amor mais disponível, entregue, cuidadoso e dedicado que o amor de mãe.”